Implante Capilar em Conceição do Araguaia (PA)

Muitas pessoas procuram por implante capilar em Conceição do Araguaia (PA) como forma de tratamento para calvície, mas antes de você tomar essa decisão é importante conhecer como funciona todo o procedimento.

Nesse artigo iremos descrever algumas informações importantes que você precisa saber para realizar o implante capilar com segurança e também iremos propor uma alternativa também eficaz.

Implante Capilar em Conceição do Araguaia (PA)

Cuidados para fazer implante capilar

O implante capilar é um procedimento para o paciente que normalmente que desejam uma recuperação rápida do cabelo. No entanto, como é o caso em qualquer cirurgia, existem riscos, e estes são sempre apresentados e discutidos em detalhe na sua consulta pessoal com o cirurgião qualificado.

Alguns risco e complicações menores podem ocorrer, dependendo do paciente:

  • Sangramento
  • Dor
  • Dormência
  • Soluços
  • Comichão
  • Inchaço
  • Infecção
  • Cicatrizes
  • Cistos

Complicações mais graves:

  • Edema pós-operatório

Edema pós-operatório

  • Foliculite Estéril

Foliculite Estéril

  • Despigmentação pós-operatória na área receptora

Despigmentação pós-operatória na área receptora

  • Reações adversas a cefotaxima

Reações adversas a cefotaxima

Fontes das imagens: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC4212293/

Custo do implante capilar

O custo do implante capilar ainda é um das maiores desvantagens e pode variar de acordo com o tratamento.

Incialmente o paciente tem a despesa da consulta que pode variar em torno de R$ 350,00.

Na cirurgia o valor pode variar a partir de R$10.000, mas isso vai depender de como a cirurgia será realizada ou se precisará de mais de uma cessão.

Após cirurgia, o paciente precisará desembolsar com uso de alguns medicamentos como anti-inflamatórios ou antialérgicos.

Alternativa para implante capilar em Conceição do Araguaia (PA)

Se você não encontrou uma clínica de implante capilar em Conceição do Araguaia (PA), apresentamos o HairLoss Blocker, como alternativa no tratamento eficaz contra calvície.

 

Como HairLoss Blocker funciona

HairLoss  Blocker é um suplemento polivitamínico 100% natural que deve ser consumido diariamente, duas vezes por dia e que recupera em até 80% do cabelo.

O Hairloss Blocker funciona como reconstrutor capilar porque nutre o seu organismo com os elementos que ele precisa para gerar novos fios, fortalecer seus cabelos, prevenir ou reverter a calvície definitivamente.

Ele tem um fórmula para o dia e outra para a noite. Será necessário tomar o suplemento da fórmula DAY durante o dia e o comprimido da fórmula NIGHT antes de dormir.

Por se tratar de um remédio natural, ele não tem efeitos colaterais e pode ser vendido sem prescrição médica. Além do mais ele é 100% seguro pois é autorizado pela Anvisa.

A empresa fabricante TEM cadastro do Hairloss Blocker na ANVISA com número 6.04.572-1 como você pode ver nesta foto que tirei, portanto a questão Hairloss Blocker ANVISA é totalmente resolvida, o produto é aprovado e autorizado pela Anvisa SIM, vejam abaixo:

 

A Garantia do Hairloss Blocker Funciona Mesmo?

Sim, a confiança é tão grande neste suplemento que se você comprar no site oficial do Hairloss Blocker a empresa fabricante te dá uma garantia de 30 dias. Mas cuidado, para aproveitar a garantia, terá que comprar no site oficial do Hairloss Blocker, vou deixar novamente o link aqui..

>>CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O SITE OFICIAL<<

Depoimentos do HairLoss Blocker

Desde seu lançamento, o HairLoss Blocker conquistou a confiança das pessoas normais que o adquiriram. Veja abaixo e tire suas conclusões:

Depoimentos do HairLoss Blocker

Depoimentos do HairLoss Blocker

Depoimentos do HairLoss Blocker

Comprar HairLoss Blocker

 

Mais sobre implante capilar em Conceição do Araguaia (PA)

Um cabelo volumoso, brilhante e encorpado é o sonho de todos os homens do mundo.

O cabelo sempre foi um aspecto importante da aparência física dos homens.

As estatísticas revelam que um em cada dois homens no mundo sofre de  alopecia  e perda de cabelo masculina típica de origem genética.

O  transplante de cabelo  é uma prática cada vez mais solicitada pelos homens.

Este procedimento consiste em levar um pedaço de pele localizado na região posterior da cabeça e prepará-los, para então realizar um implante nas áreas onde é necessário, e obter uma aparência natural.

Causas da alopecia

Geralmente, os casos de calvície são uma condição e não uma doença.

A calvície é frequentemente causada por uma predisposição genética.

Existem outras causas de alopecia, que podem ser definitivas ou transitórias e podem ser causadas por:

  • As alterações do tipo psicológico.
  • Dermatite no couro cabeludo.
  • Displasias ectodérmicas do tipo congênito.
  • Distúrbios imunológicos
  • Presença de doenças endócrinas.
  • Sequelas de cicatrizes devido a cirurgia ou trauma.

Diagnóstico para recomendação de implante capilar

É necessário fazer um diagnóstico diferencial das causas da  calvície, para definir se é devido à existência de doenças congênitas, doenças imunológicas ou doenças psicogênicas.

É por isso que diferentes testes são necessários para avaliar se o transplante de cabelo é possível ou indicado em tais casos.

Devido ao fato de que a alopecia é uma condição hereditária na maioria dos casos, não é possível combater essa predisposição genética.

No entanto, a produção de hormônios pode ser inibida graças à administração de um antagonista de andrógeno, como a finasterida.

Para prevenir o avanço da alopecia e preservar a quantidade de cabelo, recomenda-se a administração de finasterida com minoxidil.

Combinando um vasodilatador e estimulante do folículo piloso, que se torna um tratamento muito eficaz.

Existem outros tratamentos, como uma série de vitaminas, aminoácidos, loções capilares, shampoo anti seborreico, além do uso de suplementos alimentares.

Estes são tratamentos para a nutrição dos folículos capilares, mas eles nunca mais tiram o cabelo.

Nas áreas parcialmente ou completamente calvas, o implante capilar representa a única solução para recuperar a densidade capilar.

O implante capilar tem se mostrado eficaz em casos de alopecia de origem cicatricial, inflamatória, degenerativa ou psicogênica.

Assim, este tratamento é indicado para solucionar as consequências causadas por algumas condições do couro cabeludo.

Processo

Homens e mulheres com mais de 18 anos são candidatos a um procedimento de implante capilar.

Esta técnica é minimamente invasiva e é realizada em nível ambulatorial, uma vez que não representa um fator de risco para outras condições do paciente.

O cirurgião irá avaliar o implante mais adequado para cada paciente.

O especialista que pode realizar um transplante capilar é um cirurgião médico qualificado.

Um médico com estudos nos princípios do transplante de tecidos e na biologia e enxerto de plastia, cirurgião plástico com vasta experiência e treinamento em transplante capilar.

O procedimento é baseado em um enxerto de unidades de folículos que se movem da área doadora do mesmo indivíduo para a área receptora chamada de área de alopecia.

Os folículos que serão implantados são extraídos do lado posterior e lateral da cabeça, pois essas áreas não são geneticamente suscetíveis à queda causada pelos hormônios.

Os folículos obtidos nessas áreas e transplantados para a área do receptor serão vascularizados realizando seu ciclo normal de crescimento.

Além disso, como os enxertos são usados, a cicatrização no leito das áreas de desbaste facilitará a incrustação do enxerto por toda a vida.

Antes de realizar o tratamento, o cirurgião faz um esboço, juntamente com o paciente, do desenho mais apropriado, levando em consideração o grau de alopecia, a idade e as características estético desejado pelo paciente.

Essa extração dos tecidos é uma prática rápida e é realizada sob anestesia local.

Geralmente, uma tira de tecido de 20 cm de comprimento x 1 cm de largura do couro cabeludo na região occipital é removida, ou algumas mini-incisões são feitas com instrumentos específicos.

As feridas deixadas por essa extração são fechadas por sutura.

Essa parte do procedimento deixa uma cicatriz linear no caso da tira ou quase invisível quando se trata das mini-incisões, que em ambos os casos é disfarçada com o próprio cabelo do paciente.

As vantagens desta técnica residem no fato de que há tecido suficiente que pode ser usado pelo próprio paciente sem qualquer inconveniente devido à rejeição.

Uma vez que este tecido é removido, cada um dos folículos é separado para realizar o implante imediato pelo grupo de cirurgiões plásticos assistentes encarregados desta tarefa.

Quando o implante é realizado, eles serão executados um por um, uma média de 5000 folículos por sessão pode ser transportada.

Isso permite cobrir uma superfície de tamanho equivalente à palma da mão para cada sessão.

Nos casos de alopecia muito avançada, pode ser necessário praticar o implante em várias sessões (de 2 a 3).

Você deve esperar cerca de 12 meses entre a prática de uma sessão e a próxima, a fim de recuperar a elasticidade do couro cabeludo.

Para evitar sangramento excessivo, é aplicada uma mistura vasoconstritora que a impede, que é injetada no momento da extração e, em seguida, quando o implante é feito na área receptora.

Além disso, devido à profundidade do implante, que não atinge mais de 2 a 3 mm, não é possível danificar qualquer vaso, nervo ou estrutura importante na cabeça.

Graças ao uso da anestesia local utilizada, esse procedimento não é doloroso e apenas um certo desconforto causado pelas injeções anestésicas é percebido, além de o paciente permanecer acordado durante todo o processo.

A sedação só será realizada se o paciente estiver nervoso ou preferir ser sedado.

Cuidados pós-operatórios do implante capilar

Uma vez que o implante é feito, o paciente deve seguir um mínimo de medidas de proteção pós-operatória.

As bandagens que são usadas para cobrir a área da ferida, pela razão que que o implante é feito, são eliminadas no dia seguinte.

Deve ser protegido do sol durante os primeiros dias e a realização de uma atividade física intensa não é recomendada durante pelo menos 3 semanas após o procedimento.

Em caso de edema, recomenda-se a aplicação local de gelo e a prescrição de um anti-inflamatório, que geralmente elimina o inchaço em 2 ou 3 dias.

Uma vez terminada a sessão de implante capilar, o médico geralmente prescreve medicamentos como antibióticos, analgésicos e anti-inflamatórios por 3 dias, para prevenir infecções e inflamações que possam ocorrer.

É necessário que o paciente mantenha uma higiene regular após a realização do procedimento.

A lavagem da cabeça deve ser realizada uma vez ao dia, com a ajuda de uma pequena escova cosmética e seguida da aplicação de uma massagem suave da região do implante com as pontas dos dedos.

Essa prática garante a assepsia dos enxertos, eles permanecem limpos e é possível destacar as pequenas crostas cicatriciais que se formam após o implante.

O crescimento do cabelo implantado segue o ciclo normal de crescimento.

Após 3 meses do implante a ser realizado, o crescimento do cabelo ocorre a uma taxa normal de aproximadamente 1 cm por mês.

É necessário esperar 9 meses para observar os resultados finais.

Eficiência do implante capilar

Aproximadamente 90% dos enxertos são eficazes.

Em alguns pacientes, essa eficácia pode ir até 95% ou diminuir para 80%.

Mas, em qualquer caso, o percentual de eficácia observado é suficiente para garantir excelentes resultados com quantidades adequadas de cabelo na área do implante.

O objetivo final deste implante é a satisfação pessoal do indivíduo para conseguir uma quantidade maior de cabelo.

Um implante capilar bem feito alcançará uma aparência completamente natural.

Neste procedimento é utilizado o próprio cabelo do paciente, e o cabelo é feito pelo cabelo, seguindo uma orientação correta, com o conceito de desenho estético que deve ser coerente com a harmonia da face.

Além disso, instrumentos especiais de microcirurgia são utilizados para minimizar lesões, a fim de produzir ótimos resultados sem deixar vestígios do procedimento.

Os implantes capilares feitos em pacientes com cabelos escuros, grossos ou encaracolados produzem melhores resultados do que naqueles pacientes que possuem cabelos loiros, finos ou lisos.

O cabelo pode ser lavado todos os dias, pode-se permitir que ele cresça no comprimento desejado e pode ser penteado com a mesma freqüência que seria feita com o cabelo natural.

Pode ser tingido ou manipulado de acordo com as predileções do paciente, uma vez que esses folículos inferem a mesma força do cabelo normal.